Cambio

Atualmente existe uma grande variedade de veículos, e umas das particularidades mais importantes de cada modelo é o câmbio, que nós utilizamos para troca de marchas. E ele pode ser manual, automático ou automatizado.

Em certos casos torna-se necessário realizar uma revisão diretamente no câmbio, substituir algum reparo ou solenoide. Infelizmente, em muitas situações essa manutenção é necessária por consequência da falta de revisão no veículo, o que pode acabar comprometendo o câmbio.

 

Quando falamos em câmbio, quais os pontos a serem observados na revisão?

Durante as revisões o técnico da oficina segue parâmetros de observação, e neste caso o primeiro item a ser observado é o óleo de câmbio, o qual tem duas funções essenciais:

 

  •  Lubrificar as engrenagens para que não enferrujem e não haja atrito;
  •  Lubrificar e refrigerar o sistema;

 

É importante lembrar que o sistema de câmbio é muito delicado, e essa lubrificação deve acontecer de forma impecável, levando em consideração o estado e nível do óleo. Se o nível do óleo estiver baixo pode acabar queimando, gerando resíduos que podem comprometer o funcionamento do sistema.

 Por isso é importante verificar vazamentos em todas as partes da caixa de câmbio. A verificação do nível deve ser feita a cada 10 mil quilômetros rodados, junto às revisões do motor.


O óleo de câmbio também tem validade. O prazo médio para a troca é de 50 mil quilômetros ou três anos, podendo variar de acordo com o uso do veículo. Nos carros com câmbio automáticos, o período de troca do óleo é específico para cada modelo.

A falta de óleo na caixa automática compromete os discos de fricção internos e quando isso acontece é preciso substituí-los.


JVS BOSCH CAR SERVICE